segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Celebridades e Valvulados Vintage - Albert Einstein

Pessoal,
Recentemente encontrei dados sobre o amplificador usado por mais uma celebridade: Albert Einstein. Portanto, resolvi escrever uma terceira parte sobre celebridades e seus valvulados.




Ao contrário do que poderíamos acreditar, Einstein não usava uma marca famosa ou comercial de amplificadores. Ele também não projetou seu próprio valvulado. Ele simplesmente optou por usar um aparelho montado, com um circuito baseado na famosa tipologia Williamson.

O circuito em si não traz grandes novidades, mas parece ser um bom projeto, que com certeza soará bem mesmo nos dias de hoje, caso alguém se aventure a montá-lo. Com certeza, seria bem interessante poder dizer que ouvimos música em um amplificador igual ao usado por Albert Einstein rs... Para quem não sabe, Einstein era um grande fã de Bach e Mozart, e abominava Wagner:

"I admire Wagner’s inventiveness, but I see his lack of architectural structure as decadence. Moreover, to me 
  his musical personality is indescribably offensive so that for the most part I can listen to him only with disgust." 
                                                                      —Albert Einstein quoted from Einstein and his Love of Music

A estória por trás deste aparelho é bem interessante: ele foi projetado e montado pelo Engenheiro Jack Rosenberg em 1949 e entregue como presente a Albert Einstein por Oppenheimer. O projeto original, que será publicado neste artigo, nunca foi copiado, pois permaneceu um segredo até recentemente:

 "In the recent issue of "Make" magazine (Vol. 6), they had a back-page article about a home-built tube amplifier based on a one-off design done as a 70th birthday present for Albert Einstein.
   To summarize the article, it was designed and built by Jack Rosenberg in 1949. Rosenberg was an electrical engineer working on the earliest digital computer projects at Princeton, as well an audiophile. It was known amongst his colleagues that he built his own home amplifier and it was judged to be far superior to commercially available models. 
    Erwin Panofsky, an art historian at Princeton and a friend of Einstein's, heard about Rosenberg's amplifier and asked Rosenberg if he would build one for "The Professor." He agreed, and along with Oppenheimer personally delivered the amplifier to Einstein at his home.
    I'm presuming that up until the recent home-built project, the design was not built again as the schematic was not published (it remained in Rosenberg's personal papers until recently). Also it wasn't printed in the magazine. But after several requests on the magazine's online blog, a JPG of the hand drawn schematic was made available."

Projeto original do amplificador de Einstein

O projeto é bem simples, e pode ser facilmente montado por quem tem o conhecimento necessário para tanto. Eu mesmo penso em montá-lo um dia, quando o tempo assim me permitir. Uma versão simplificada do esquema foi desenhada pelo pessoal da Tubecad e postada em domínio público:




Realmente é uma estória interessantíssima! Eu confesso que fiquei curioso e ansioso em poder ouvir Bach e Mozart neste amplificador, exatamente como fazia Einstein.

Vou aproveitar a deixa para contar uma rápida estória sobre mim. Quando fiz vestibular, uma das opções de curso que cogitei era Engenharia Nuclear! Sou um grande fã de Einstein e até cursei uma extensão na UFMG em Física Quântica e Nuclear, por curiosidade rs.... aqueles que me conhecem pessoalmente provavelmente já me viram brincando com amostras de Óxido de Urânio-238 junto a meus contadores Geiger. Sim, sou um pouco cientista maluco! De médico e louco todo mundo tem um pouco... mas como não tive interesse pela medicina, acabei ficando só com a loucura mesmo!!!!

É isso meus amigos, aproveitem a postagem! Grande abraço!


  

Nenhum comentário:

Postar um comentário