sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Reparo do Driver Coaxial ElectroVoice 12TRXB - Continuação

Caro amigos, para quem não leu, esta é a continuação deste post.

Há algum tempo que venho tentando postar aqui a continuação do reparo dos falantes coaxiais 12TRXB da ElectroVoice, mas o tempo não permitia. Pois bem, chegou a hora!

Estes falantes foram usados pela ElectroVoice em sua caixa Aristocrat na década de 1950. O 12TRXB é basicamente a junção de outros dois falantes da ElectroVoice: o SP12 com o Tweeter T35, formando assim um coaxial. O falante que recebemos para restauro estava com o reparo do tweeter T35 queimado e tivemos de importar um novo reparo e desmontar o alto falante para podermos efetuar a troca.

O grande desafio neste tipo de reparo é que não existe reposição para a maioria das peças: não existe mais o cone, a bobina, a aranha e nem a suspensão originais, o que nos força a desmontar o alto falante com o maior cuidado possível, já que todas as peças terão de ser reutilizadas na montagem!


Caixas EV Aristocrat da década de 50

Bem, como disse, o primeiro passo foi encontrar o reparo original nos EUA para estes raros tweeters, que usam o mesmo reparo do ainda mais raro modelo T350! Não foi fácil, mas nada que horas de pesquisa e trocas de e-mail não resolvessem! Contato é tudo nessa vida rs...

Reparo EV

O falante teve de ser desmontado com MUITO CUIDADO. Usei um cotonete e álcool isopropílico para LENTAMENTE, MUITO LENTAMENTE ir removendo a cola que segurava o feltro de proteção ao frágil cone de papelão do woofer, até que o tweeter pudesse ser completamente removido.

Feltro sendo cuidadosamente descolado do cone

Feltro completamente descolado sem nenhum dano ao cone!

Feito isso, o tweeter foi aberto e um novo reparo foi instalado e alinhado. Vale a pena ressaltar que nesta etapa, TODOS OS MEUS CONTATOS nos EUA (inclusive o especialista Bob Crites) afirmaram ser completamente impossível a troca deste reparo. Vou explicar porque: este tweeter é a versão em 16 Ohms, o qual não possui pinos ou recortes de guia para o alinhamento da bobina no gap do conjunto magnético. Ou seja, um alinhamento na mão é quase impossível de se alcançar. Pois bem, quem me conhece sabe que adoro quando me dizem que algo é impossível, pois é nessa hora que eu decido que vou tornar possível fazendo! Confesso que não foi tarefa fácil, mas o alinhamento final ficou perfeito e pude constatar isso usando meu sistema DATS para análise de transdutores eletroacústicos! Realmente esta não é uma tarefa para quem não sabe o que está fazendo, mas afirmo que é totalmente possível com algumas horas de preparo e engenharia.
Feito isso, era hora de soldar o reparo e um conjunto novo de fios ao tweeter.

Instalação de nova fiação e solda do reparo

Instalação de nova fiação e solda do reparo

Instalação de nova fiação e solda do reparo

Pronto, a parte difícil estava terminada! Agora era só aparafusar o tweeter ao conjunto magnético do woofer e colar tudo de volta, com muito capricho é claro!

Tweeter finalizado

E o resultado foi... a perfeição!!

Reparo concluído


Mas, nem tudo são flores! Ainda faltava a parte final, testar tudo e garantir que não haviam prolemas. Para ter certeza que tudo ficou perfeito, usei meu sistema DATS para comparar as curvas de impedância característica (de 10Hz a 50kHz) deste falante que passou pelo reparo com seu par, que ainda estava totalmente original e funcional. As curvas não diferiram em nem 5%! Acho que nem a fábrica da ElectroVoice conseguia um casamento destes rs... foi um resultado excelente!

Reparo concluído, falantes devolvidos a seu dono e com grande satisfação!! Espero que propiciem muitas horas de deliciosas audições nas Aristocrat!

Em breve mais restaurações por aqui!

Nenhum comentário:

Postar um comentário